Site Overlay

Marketing Digital FAQ’s: Todas as suas questões, respondidas!

Sabemos que, o Marketing Digital, ainda é uma área que causa muitas dúvidas nas empresas, principalmente nas de mais pequena dimensão. É verdade que, através dos artigos que publicamos regularmente aqui, temos vindo a desmistificar vários conceitos relacionados com o marketing digital. No entanto, existem sempre aquelas dúvidas chave que parece que nunca vê respondidas.

Neste nosso tempo de atividade como empresa, assim como na nossa experiência profissional individual, têm-nos feito várias perguntas relacionadas com o assunto e, acredite ou não, algumas são bastante frequentes. Assim, decidimos reunir essas mesmas perguntas, categorizá-las e responder às mesmas.

Estas são as questões mais elementares que nos fazem, mas se quiser ver algum assunto aprofundado, envie-nos a sua sugestão!

O Marketing Digital

O Marketing Digital é, de forma geral, tudo o que o Marketing tradicional trabalha, mas no universo “online”.

Esta pergunta seria equivalente a perguntar “Ter um outdoor é fazer marketing?”. Neste caso, o outdoor é um meio físico de publicidade, assim como as redes sociais são um meio digital, em determinadas estratégias de marketing digital.

Resumindo, uma boa estratégia de marketing digital requer uma presença nas redes sociais, e a sua utilização como meio de comunicação com o seu público-alvo. No entanto, apenas trabalhar as redes sociais, apesar de importante, não é suficiente.

No seguimento da questão anterior, ter apenas um website não significa que trabalhe o marketing digital da sua empresa. Como costumamos dizer… ter um website com as suas informações todas durante anos, é igual a ter um cartão de visitas guardado no bolso!

Tem lá tudo, e as pessoas até podem procurar as suas informações, mas não está a atrair novo público nem a convertê-lo em leads. Quando as pessoas pesquisam por empresas do seu setor, na sua zona, de certeza que não é dos primeiros resultados que o Google devolve…

Ter um website, claro, permite-lhe estar presente no universo digital, mas se não o dinamizar, com conteúdo constante, relevante e de valor… não está a usufruir do marketing digital.

Caso esteja curioso, temos um artigo em que lhe explicamos como planear a sua estratégia de marketing conteúdo.

Os profissionais de Marketing Digital têm variadas funções, dentro do Marketing Digital. Categorizando, o Marketeer Digital pode:

  • Analisar a sua estratégia de marketing digital e detetar falhas, assim como delinear estratégias;
  • Otimizar o website da sua empresa;
  • Trabalhar as suas redes sociais;
  • Analisar os rankings dos motores de busca e trabalhar consoante os seus algoritmos (estratégias de SEO);
  • Elaborar campanhas de email marketing;
  • Fazer campanhas publicitárias online (anúncios pagos);
  • Dinamizar o website da sua empresa com criação de conteúdo;
  • Analisar as métricas, elaborar relatórios de resultados e adaptar estratégias.

Na Localstar Media, fazemos também o seu planeamento estratégico (definir público-alvo, o que ele valoriza e como e onde pode comunicar), branding & design gráfico e, também, desenhamos e implementamos websites.

Ao contratar uma empresa de Marketing Digital, será traçado um plano de atuação sempre consoante as suas necessidades e o seu orçamento!

Se não tiver visto a sua questão respondida neste tópico, envie-nos aqui ou através das nossas redes sociais, teremos todo o gosto em responder-lhe 😊

O Website

O seu website deve estar sempre atualizado! Ou seja, as suas informações devem estar sempre corretas, com as estratégias de SEO aplicadas de acordo com os standards dos algoritmos dos motores de pesquisa e, também, estar adaptado a todos os dispositivos.

Para além disso, o seu design deve ser atualizado consoante as tendências. Neste momento, o que torna mais agradável a experiência do utilizador, no seu website, é a simplicidade e clareza do mesmo.

Pode estar a gastar dinheiro com a elaboração, implementação e manutenção do seu website e, mesmo assim, não ter visitas. Isso pode acontecer pelas mais variadas razões:

  • A experiência de navegação pode ser confusa;
  • O SEO do seu website pode não estar a ser bem trabalhado;
  • Não divulga conteúdo de valor, de forma regular e coerente, com o seu setor de atividade;
  • Entre muitas outras…

Nesta questão, aconselhamos sempre que procure um especialista em Marketing Digital. Ou seja, alguém que lhe possa mostrar exatamente o que não está a funcionar, e o que pode fazer para tentar inverter a situação.

Esta sigla significa “Search Engine Optimization”, ou em português “Otimização para os Motores de Pesquisa”. Na prática, é um conjunto de medidas, procedimentos e boas práticas para que os motores de pesquisa (Google, Bing, DuckDuckGo, Ecosia…) reconheçam o seu conteúdo e o mostre aos utilizadores.

Temos um artigo em que explicamos exatamente como a correta utilização do SEO faz com que, os motores de pesquisa, reconheçam o seu site, a sua autoridade, relevância e o mostram a quem pesquisa… confira aqui!

Bem… esta sim, é uma pergunta complicada! Existem inúmeros fatores que determinam a sua posição nos motores de pesquisa e, alguns deles, são até bastante complexos.

Tentando simplificar (muito), tem de ter uma boa estratégia de SEO (veja aqui quais são os fatores que influenciam o SEO do seu website) e um design simples e intuitivo para os visitantes.

Esta é uma daquelas questões do Marketing Digital que são mais complexas, e é muito difícil conseguir otimizar sem a ajuda de um especialista na área.

As Redes Sociais

As redes sociais são uma ferramenta muito humana na comunicação com o seu público-alvo. No entanto, a cadência e tipo de publicações a fazer, bem como horários e formato da publicação, depende muito de que rede social está a trabalhar e do seu tipo de negócio.

De uma forma geral, no Facebook e no Instagram, deve publicar sempre que conseguir! Não precisa de superproduções… publique imagens do seu negócio, dos seus colaboradores, ações que faça, etc… Estas são duas redes sociais bastante diretas, orgânicas e humanas.

No caso do Youtube, este funciona muito como um motor de pesquisa, mas com vídeos. Ou seja, se tiver conteúdo institucional em vídeo, publique nesta rede social.

Quanto ao Linkedin, é uma rede social mais institucional. A frequência de conteúdos institucionais, e relevantes para o setor, é imperativa. Temos um artigo que explica como dinamizar esta rede social.

Como se costuma dizer, “nem 8 nem 80”! Esta questão depende muito do seu negócio e dos seus objetivos de comunicação. No entanto, estar presente, pelo menos, no Linkedin e Google My Business (como empresa), é importante.

  • No Linkedin tem as informações da sua empresa, os seus funcionários e pode partilhar conteúdo institucional. Veja aqui.
  • O Google My Business permite-lhe estar presente no Google, é ótimo para o “SEO Local” e tem todas as suas informações, com o exemplo da Localstar Media…

Quanto ao Facebook e Instagram, estas redes sociais são mais orgânicas e humanas. O Instagram, por exemplo, é mais direcionado para lojas e marcas, não tanto para grupos empresariais. Para além disso, nestas duas redes sociais pode também ter a sua loja online de forma gratuita! Veja aqui como.

O Conteúdo (ainda) é Rei!

Já alguma vez pesquisou por alguma questão e deu por si no “blog” de uma marca?! Essa página que encontrou, a falar de um assunto relevante para si, e no setor em que essa marca se insere, é um conteúdo. Aquele infográfico explicativo que encontrou no Facebook de uma marca conhecida, é um conteúdo. Os podcasts são conteúdos. E todas estas peças são pensadas para responder às suas questões!

Resumidamente, “O Marketing de Conteúdo é uma estratégia de marketing, de médio longo prazo, focada na criação e distribuição de conteúdo relevante, constante, coerente e de valor. O seu objetivo principal é atrair e reter um público específico e, com isso, incentivar ações lucrativas por parte do seu público. Ou, como costumo dizer… “Vender sem, necessariamente, estar a vender!”.

Esta questão varia consoante o público que pretende atingir e impactar. Quando o público-alvo ouve muitos podcasts, terá vantagem em criar um podcast. Se o público-alvo passar muito tempo no Youtube, convém ter um canal e publicar vídeos.

No entanto, não se limite só a um determinado tipo de conteúdo, inclua texto, imagens, elementos visuais e/ou auditivos e tente dinamizar os seus conteúdos o máximo possível, e da melhor forma que conseguir.

Pode ver estas questões aprofundadas nos nossos artigos sobre Marketing de Conteúdo.

Email Marketing ainda existe… e funciona!

O email marketing é bastante utilizado, e pode traduzir-se em boas taxas de conversão… quando bem pensado! Ter uma base de dados qualificada, dentro das normas do RGPD (Regime Geral de Proteção de Dados), permite-lhe fazer uma comunicação bastante direcionada.

Claro, que é importante saber com quem está a comunicar, para que possa apresentar conteúdo relevante, no momento certo. No entanto, para além de uma boa estratégia e workflows, ter uma plataforma que faça o tracking dos interesses de cada contacto, é extremamente importante para uma estratégia eficaz.

Essencialmente, deve certificar-se que tem um formulário de recolha de contactos conforme a lei, e uma plataforma que permita a gestão das subscrições, para não ter qualquer problema.

Tabela de Preços do Marketing Digital

Não há questão mais vaga do que esta… depende, claro! Depende de quê? – poderá perguntar. Depende dos seus objetivos e, como é obvio, do seu orçamento. Na Localstar Media temos planos pré-definidos, mas também temos a opção de traçar uma estratégia completamente personalizada às suas necessidades. Pode ver tudo aqui.

Não é preciso ter todo um departamento para ter um bom plano de Marketing Digital! O seu orçamento é tão importante quanto as suas necessidades.

Resultados do Marketing Digital

Esta questão pode ter dois caminhos, dependendo do seu objetivo.

Se pretende resultados a curto-prazo, ou seja, vender os seus produtos online, da forma mais rápida possível, terá quase sempre de investir em publicidade paga. Seja com anúncios das redes sociais ou nos motores de pesquisa. Aí, se tiver uma estratégia eficaz, também poderá ter resultados de forma mais rápida e direta.

Se o seu objetivo for ganhar notoriedade nos meios digitais, e sobreviver à forte competitividade, terá de pensar em estratégias de longo-prazo. Ou seja, estratégias que englobem ações orgânicas, através de planos de marketing de conteúdo. Neste caso, ganha relevância e notoriedade, e as vendas tornam-se uma consequência da sua consistência e coerência.

Claro que, num cenário ideal, deve unir estas duas formas. Ou seja, produzir estratégias orgânicas e investir algum dinheiro na sua potencialização.

Como dito na questão acima, depende da consistência do seu plano de marketing digital, dos seus objetivos, do seu orçamento… basicamente depende das decisões todas que tomas em todas as questões acima.

No entanto, tenha em mente que milagres não acontecem! Por isso, é importante, fora de todas estas questões, ter bons produtos, um branding bem constituído, uma imagem bem definida e um público-alvo muito bem determinado… O marketing digital, por si só, não é milagroso!

Não vale a pena maçá-lo com taxas de conversão, boucing rates, CTR… Todas as métricas são facilmente extraídas das suas redes sociais e do seu website. O que precisa é de alguém que consiga analisar esses dados e produzir relatórios de fácil leitura, e que deixem claro o seu desempenho.

A Localstar Media produz todos os seus relatórios em Power Bi, pelo que são completamente personalizados e adaptados à sua realidade. Para além disso, estes relatórios podem ser consultados tanto em Desktop como em Mobile, e estão constantemente atualizados.

No entanto, se quiser saber mais sobre as métricas do marketing digital, deixe o seu comentário 😊 teremos todo o gosto em produzir esse tipo de conteúdos.

Sou uma pequena empresa, e agora?!

Não é, de todo, preciso ser uma multinacional para investir os seus esforços em marketing digital! Independentemente da sua dimensão, existem sempre formas de melhorar a sua presença digital. Estar atento às dicas que disponibilizamos nos nossos artigos pode ser um início! 😉  Se tiver algum orçamento, pode sempre consultar os nossos pacotes de serviços. Muitas das vezes, é possível implementar um plano de marketing com orçamentos limitados, e sem ter de criar um departamento interno.

Não existem receitas predefinidas para ter uma boa presença online. Existem sempre boas práticas, planos, ajustes nas estratégias… este é um trabalho contínuo e de constante aprendizagem. Seguir as boas práticas, testar e reparar desvios é essencial.

Das duas uma, ou contrata especialistas na área para a sua empresa, ou faz outsourcing desses serviços. Sendo microempresa, pode não ter capacidade de suportar um departamento de marketing, assim, pode sempre contratar uma empresa de marketing digital que trace um plano de acordo com as suas necessidades e orçamentos.

Este artigo ficou um pouco mais extenso do que prevíamos, mas queremos esclarecer ao máximo todas as suas dúvidas. Um dos nossos objetivos com estes artigos semanais é desmistificar os conceitos do Marketing Digital e ajudar o seu negócio a ter uma presença ativa online e ganhar notoriedade nos meios digitais.

Não se esqueça, se achou este artigo interessante, subscreva aqui as nossas notificações e, se tiver alguma sugestão ou questão, envie-nos mensagem!

Até breve…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll Up