Site Overlay

Como prosperar num Google repleto de I.A.?!

Como prosperar num Google repleto de I.A.?!

Inteligência Artificial… Inteligência Artificial… Inteligência Artificial… parece que ultimamente só falo sobre isto! 😉 Efetivamente, os últimos artigos que escrevi, mais precisamente os últimos 3, estão diretamente relacionados com este tema… e parece que este não vai fugir à regra!

Bem… não prometo que seja o último artigo que escrevo sobre a Inteligência Artificial, até porque deixei alguns temas importantes para trás, como por exemplo: Big Data, Computer Vision, e a aplicação da I.A. no Advertising, Chat Bots e até no Email Marketing. No entanto, é do meu interesse terminar esta série de conteúdos, e não me ocorreu maneira melhor de o fazer do que deixar-vos com algumas dicas, que possam aplicar no vosso dia-a-dia.

A questão que aqui se coloca é “O que é que eu posso fazer para garantir que os meus conteúdos continuarão a ser apresentados no Google?!” – uma questão que teremos de responder, para assegurar que o nosso site continuará a prosperar neste “novo” Google!

ATENÇÃO! ATENÇÃO! ATENÇÃO! As dicas que realço de seguida são, efetivamente, as que considero mais relevantes… no entanto, não deve descurar, em caso algum, os fatores tradicionais de SEO, que conjugados de forma correta permitem determinar a sua autoridade, relevância, e desenvolver a confiança perante o Google. Lembre-se “A confiança é a meta, o SEO é o caminho!” – Ok?! Agora sim… vamos lá!

Considere usar mais questões nos seus conteúdos!

Considere usar mais questões nos seus conteúdos!

Um dos primeiros fatores a considerar, na criação dos seus conteúdos, é a utilização mais frequente de questões… E porque é que isto é uma boa estratégia?! essencialmente, por tratar-se de uma ação mais natural e humana.

Imagine a seguinte situação… O Pedro é proprietário de um Alojamento Local na Foz do Arelho. Tem um site, e costuma escrever regularmente artigos relacionados com a sua zona… o artigo desta semana é sobre a Costa da Prata, e achou interessante identificar as melhores praias desta região! Tendo em conta as boas práticas de SEO, terá de definir um título para esta secção do seu artigo…

O Pedro sabe que, naturalmente, ninguém diz “Praias Costa da Prata” e, apesar deste título conter, efetivamente, as principais Keywords, ele decidiu optar por “Quais são as melhores praias da Costa da Prata?”. E porque é que ele fez isso?! Simples! Lembrou-se que é uma das perguntas mais frequentes dos seus hóspedes!

Efetivamente, na maioria das vezes, e inconscientemente, é desta forma que nos comportamos aquando das nossas pesquisas… ou seja, normalmente fazemos as nossas pesquisas em formato de questão.

O que o Pedro fez, e bem, foi “pegar” numa das questões mais frequentes na sua área de atuação, e dar a respetiva resposta. Para além disso, também é boa pratica utilizar perguntas retoricas. E como é que eu posso fazer isso? – Ora… acabei de o fazer! 😉

Não se esqueça das relações semânticas entre palavras, frases e textos!

Não se esqueça das relações semânticas entre palavras, frases e textos!

Lembra-se do que artigo que escrevi sobre LSI?! Se não teve oportunidade de o ler, agora é o momento certo!

Efetivamente, neste artigo, descrevo de forma detalhada, não só, a importância da utilização de sinónimos nos seus conteúdos, mas também, a relevância do relacionamento entre palavras, frases, textos, e de como estas são conectadas entre si.

Ou seja, para além das palavras chaves, atualmente, são também considerados os termos semânticos próximos dessas palavras-chave. Adicionalmente, palavras tais como: Mas; Porém; Contudo; No entanto; Apesar disso; Mesmo assim; etc… são, também, importantes para a naturalidade de um conteúdo.

Lembre-se deste exemplo… imagine que alguém pesquisou por “como plantar uma árvore”, e o seu artigo sobre “como criar uma árvore genealógica” aparece nas pesquisas! Ora… possivelmente o seu conteúdo apareceu nas pesquisas, por causa da palavra-chave “árvore”, e porque o seu conteúdo não deve conter termos corretos.

No entanto, se tivesse utilizado termos tais como: Origem, Família, Linhagem, Gerações, Proveniência, entre outros… o Google saberia que o seu artigo afinal não é, na prática, sobre “árvores”, mas relacionado com uma representação gráfica genealógica.

Sabe o que são “Long Tail Keywords”?!

Sabe o que são “Long Tail Keywords”?!

Mais do que utilizar Keywords, deve pensar em termos de pesquisa específicos, e que as pessoas possam utilizar para encontrar o seu conteúdo! E o que é que eu quero dizer com isto? – é simples… vejamos como exemplo o conteúdo publicado anteriormente “Afinal, o que é o SEO?!”.

Nós, na Localstar Media, como é obvio, queremos que este conteúdo apareça nas primeiras páginas de pesquisa. No entanto, a concorrência para a palavra chave “SEO” é enorme… ENORME… assim… mesmo ENORME! 😊 Aliás, se nós fazermos uma pesquisa por apenas “SEO”, obtemos o seguinte:

O nosso conteúdo… nem vê-lo! E os primeiros 3 nem são orgânicos! O que é que nós fizemos então?! Utilizámos uma “Long Tail Keywords”! Ou seja, otimizamos o nosso conteúdo para responder à questão “O que é o SEO?”. O resultado está à vista:

Sabe o que são “Long Tail Keywords”?!

Percebeu como funciona?! Experimente analisar o seu publico, analisar as questões que estes fazem com mais regularidade, e tentar produzir conteúdo que responda a essas questões!

Ajude o Google a identificar o seu conteúdo!

Ajude o Google a identificar o seu conteúdo!

E se formos nós dizermos ao Google do que se trata, efetivamente, o nosso conteúdo?! Não só é algo possível, como permite uma otimização considerável do seu SEO!

Dados Estruturados, ou no seu termo original “Schema Markup”, é um excerto de código que os motores de pesquisa, tais como o Google, utilizam para organizar e apresentar o conteúdo de uma determinada página. Vejamos um exemplo do resultado:

O que são os Dados Estruturados (Schema Markup)?

Aliás, este tema é tão importante que temos um conteúdo especificamente dedicado Dados Estruturados, onde explico, de uma forma prática, como pode implementar este conceito nos seus conteúdos. Apesar de ser uma componente um pouco mais técnica, penso que vale a pena conhecer o conceito, a importância e como pode implementar, facilmente, nas páginas do seu site. Não deixe de conferir neste link!

De forma resumida, a teoria passa por dizer ao Google, exatamente, do que se trata cada pedaço de conteúdo do seu artigo, página, conteúdo, etc… se o Google tem o trabalho facilitado, obviamente o seu site terá prioridade, sobre outros que não tenham esta otimização.

Nada melhor do que escrever conteúdo com qualidade!

Nada melhor do que escrever conteúdo com qualidade!

Por último, mas não menos importante (aliás, acho que é o mais importante do todos), está a produção de conteúdos de qualidade! Ou seja, como eu sempre digo, a criação e distribuição de conteúdo relevante, constante, coerente e de valor.

Lembre-se que o Google está cada vez mais humano, e que o propósito disto é conseguir fornecer respostas concisas para as questões que as pessoas colocam. Assim, se você já produz conteúdo de qualidade, provavelmente não terá de se preocupar com nada!

“Don’t try to “beat” Google, just focus on creating the best content you can!” – Jens Belner – Business Coach

A única coisa que tem de ter em conta é continuar a fazer um bom trabalho, e pensar sempre na pessoa do outro lado. Ao focar-se nas pessoas o Google vai, certamente, ajudá-lo! Tão simples como isso… e porquê?

Sempre que o Google fica mais inteligente, irá ser melhor a identificar conteúdo irrelevante, e “truques” utilizado regularmente por “Spammy Marketeers”. Assim, se está focado em criar o melhor conteúdo possível, possivelmente os seus objetivos estão alinhados com os do Google. Dai em diante, se continuar a desenvolver conteúdo sobre essa premissa, garanto-lhe… o seu site terá cada vez mais visibilidade. 😉

No entanto, caso deseje, pode conferir aqui alguns fatores importantes, e que podem contribuir para a criação de conteúdos com qualidade.

Chegámos ao fim! Se achou este artigo interessante, subscreva aqui as nossas notificações e, se tiver alguma sugestão ou questão, envie-nos mensagem! Até breve…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll Up